PIS e COFINS 2018 não Cumulativos

PIS e COFINS 2018 não Cumulativos
publicidade:

A legislação brasileira permite a dedução nos créditos dos débitos de cada contribuição. Isso é chamado PIS e COFINS 2018 não cumulativos.

De acordo com a Receita Federal do Ministério da Fazenda, a base do cálculo com incidência não cumulativa é o valor do faturamento mensal. Ou seja, todas as receitas mensais de uma pessoa jurídica.

Ainda segundo a Receita Federal, alguns valores podem ser excluídos da base de cálculo. Estão entre esses valores de receitas isentas, de vendas canceladas, de descontos incondicionais concedidos, do IPI, do ICMS – quando destacado em nota fiscal e cobrado pelo vendedor -, das reversões de provisões e recuperações de crédito, resultados positivos da avaliação de investimentos pelo valor do patrimônio líquido, entre outros.

Para maiores informações acesse o site da Caixa: Clique Aqui!

publicidade:

PIS e COFINS 2018 não Cumulativos

PIS e COFINS 2018 não cumulativos – Receitas Excluídas

Algumas receitas estão excluídas, segundo da Receita Federal, mesmo que a pessoa jurídica esteja submetida ao regime de incidência não cumulativa.

Isto significa que os custos, despesas e encargos vinculados não geram direito do desconto de crédito.

Veja abaixo as receitas excluídas do regime de incidência não-cumulativa:

publicidade:
  • Prestação de serviços de telecomunicações;
  • Venda de jornais, periódicos e prestação de serviços de empresas jornalísticas e de radiodifusão;
  • Prestação de serviços de transporte coletivo;
  • Serviços prestados por hospitais e relacionados à saúde, como prontos-socorros, venda de mercadorias em lojas francas.

Empresas prestadoras de serviços de educação (infantil, fundamental, médio e superior), de venda de álcool para utilização como combustível, venda de veículos usados, compra e venda de energia elétrica, entre outras, também não estão inclusas.

PIS e COFINS 2018 não cumulativos – Alíquotas e desconto

Você sabe como calcular o PIS e Cofins?

De acordo com a Receita Federal, as alíquotas de contribuição para PIS/PASEP e COFINS, com incidência não cumulativa, é de 1,65% referente ao PIS e de 7,6% referente ao COFINS. Existem algumas exceções.

A pessoa jurídica submetida à incidência não cumulativa poderá descontar dos valores de contribuição para PIS/PASEP e COFINS créditos. Os cálculos são realizados mediante a aplicação das alíquotas.

Entre os valores que podem ser descontados está a aquisição de bens para revenda efetuada no mês, de bens e serviços utilizados como insumos na fabricação de produtos destinados à venda ou na prestação de serviços, inclusive combustíveis e lubrificantes, dos bens recebidos em devolução no mês, despesas e custos do mês, tais como energia elétrica, aluguéis, entre outros.

Vale ressaltar que esses valores das alíquotas não cumulativas estão enquadrados para empresas com base no Lucro Real.

Para empresas do Lucro Presumido, o regime de incidência é cumulativo.

Entenda mais sobre o assunto assistindo o vídeo abaixo:

publicidade:

PIS e COFINS 2018 Aumento

PIS e COFINS 2018 Aumento
publicidade:

PIS e Cofins 2018 Aumento. Você sabe o que isso influência?

Alíquotas sobem e a inflação também. No Brasil, muito tem se falado as respeito dos aumentos que os produtos vêm sofrendo, isso também ocorre e afeta duas das siglas bastante conhecidas no Brasil, que são relacionadas a impostos.

O PIS e COFINS 2018 Aumento sobre a importação, também influência muito nos custos para o consumidor final. E você vai entender nesse artigo o porque.

Muitas pessoas conhece ou já ouviram falar das siglas, com certeza, mas será que todos conhecem o significado e importância das mesmas?

publicidade:

Os dois são impostos cobrados em cima do lucro da empresa. Teoricamente, elas servem para pagar benefícios sociais.

Para maiores informações acesse o site da Caixa: Clique Aqui!

PIS e COFINS 2018 Aumento

PIS e COFINS 2018 Aumento – O Significado

PIS é a sigla para Programa de Integração Social e é aquele tributo relacionado às pessoas jurídicas e às organizações sem fins lucrativos.

Já COFINS é a sigla para Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social. Ele é um tributo federal que visa gerar fundos para a Seguridade Social, incluindo a Saúde Pública e Previdência e Assistência Social.

Tanto o PIS quanto o COFINS estão bastante ligados à vida do cidadão e, nesse ano de 2018, foi aprovada pela Câmara a medida provisória que autoriza o aumento desses tributos para importação.

E o que significa no meu bolso esse aumento do PIS e do Cofins?

publicidade:

A partir de agora, de acordo com a medida provisória, a alíquota do PIS e do COFINS sobre importações é de 7,6% e 9,65%, respectivamente.

E quando que entrou em vigor essa nova alíquota?

Foi em 1º de maio de 2015.

PIS e COFINS 2018 Aumento sobre Importação

O aumento das alíquotas vai acontecer, por exemplo, quando algum bem estrangeiro for importado. E isso tem grande influência na economia.

PIS e COFINS 2018 sobre importação

E quais são as consequências desse aumento?

O aumento desses tributos fez os cofres públicos arrecadarem em 2018 mais de R$ 24 bilhões, o que não é pouco dinheiro.

Entretanto, o governo só verá esse aumento a partir de agosto, por conta da chamada noventena, que é um espaço de três meses para o aumento de tributos. Em todo caso, esse valor ajudará a encher os cofres públicos.

A opinião dos especialistas quando esse aumento foi aprovado, era de que essa elevação de valor não iria alcançar as prateleiras, ou seja, não interferiria nos preços e, consequentemente, no consumo.

Entretanto, vê-se que essa aposta não se confirmou, uma vez que basta uma ida ao mercado para confirmar que os preços sobem a cada dia.

Veja abaixo um vídeo explicando sobre o aumento do PIS e do Cofins na importação:

E você, o que achou dessa reforma do PIS e do Cofins? Deixa abaixo seu comentário!

publicidade:

Caso esse artigo tenha sido útil para você, compartilhe com seus amigos e familiares!

Número PIS 2018 Genérico

Número PIS 2018 Genérico
publicidade:

Você conhece o Número PIS 2018 Genérico?

Muitos trabalhadores conhecem este número, mas talvez nem todos saibam sua importância. Criado pela Lei Complementar nº 7/1970, o Programa de Integração Social, conhecido por sua sigla PIS, é voltado para o trabalhador da iniciativa privada.

O Programa nasceu com o intuito de gerar a integração entre o trabalhador do setor privado com o desenvolvimento da empresa.

Número PIS 2018 Genérico

publicidade:

Todas as empresas pagam o PIS sobre o faturamento bruto da empresa. São duas tarifas. No regime cumulativo é de 0,65% e no não cumulativo de 1,65%.

As empresas e entidades sem fins lucrativos também contribuem para o PIS. Neste caso, com 1% sobre o valor da folha de pagamento dos funcionários.

Contribuição tributária social

O PIS é um imposto com função social. Seu fundo é voltado para financiar o pagamento do seguro desemprego e do abono salarial. O abono salarial é pago anualmente pelo governo por meio da Caixa e do Banco do Brasil.

publicidade:

Todos os anos, os bancos divulgam um calendário de pagamento. Em 2017, os pagamentos iniciam em julho e encerram em março de 2018.

Tem direito ao abono salarial quem está inscrito no PIS há pelo menos cinco anos, trabalhou ao menos 30 dias no ano-base, que neste caso é 2014, recebeu a média mensal de até dois salários mínimos no ano-base e que o empregador tenha informado seus dados corretamente a RAIS. O valor pago no abono é de um salário mínimo.

Mesmo tendo carteira assinada, os empregados domésticos não recebem o abono, pois sua contratação está vinculada a uma pessoa física e não a uma pessoa jurídica – uma empresa.

Número PIS 2018 Genérico – Consultas

Quantos dígitos tem o PIS/PASEP?

Ele tem 11 dígitos. É com esse número do PIS que o trabalhador pode, por exemplo, consultar saldos como o FGTS. O também representa o número de inscrição do trabalhador.

É com esse número que os trabalhadores dão entrada em suas aposentadorias.

O número do PIS também é utilizado para sacar dinheiro do INSS, junto com um documento de identidade oficial com foto.

E caso eu perca meu número do PIS, como faço?

Abaixo mostrarei o passo a passo caso isso aconteça. Confira:

publicidade:

  • Acesse o site do CNIS
  • Clique em “Inscrição”;
  • Escolha a opção “Filiado”;
  • Complete os campos solicitados com suas informações;
  • Se seus dados estiverem corretos, vai aparecer uma mensagem no parte superior da tela dizendo que ele já consta no cadastro. O seu número do PIS é o número NIT.

PIS 2018 Operação Isenta da Contribuição

PIS 2018 Operação Isenta da Contribuição
publicidade:

Você sabia que existe relacionado ao PIS Operação Isenta da Contribuição?

O PIS/Pasep ou Cofins são impostos aplicáveis a produtos, estabelecimentos e serviços pelo Brasil inteiro, porém algumas modalidades de empresas e produtos estão isentos deste valor.

Se você está interessado em saber quais operações são isentas da contribuição do PIS, fique conosco que vou mostrar tudo no decorrer desse artigo.

O site da Receita Federal tem uma lista com os tipos de serviços e produtos isentos. Alguns estão citados abaixo, a lista na integra está no site da Receita Federal, com acesso irrestrito para a população.

publicidade:

PIS 2018 Operação Isenta da Contribuição

PIS 2018 Operação Isenta da Contribuição

Veja abaixo quais são os serviços, produtos e estabelecimentos que não precisam contribuir.

Serviços isentos de contribuição

Recursos devidamente comprovados serem recebidos de fonte da União, governo estadual, municipal ou federal, empresas publicas.

Mercadorias ofertadas em embarcações ou serviços de aviação quando o pagamento é feito em moeda com possibilidade de conversão. Transporte de cargas e/ou pessoas. Exportação do país para o exterior.

publicidade:

Produtos isentos de contribuição

Em sua maioria, os produtos comprados para exportação são isentos de pagamento desse imposto desde que seja comprovado a exportação para o exterior.

Receitas comprovadas de venda e distribuição de energia advindas da hidroelétrica Itaipu Bidirecional.

Estabelecimentos isentos de contribuição

Igrejas ou qualquer estabelecimento que pregue o culto. Instituições politicas, seja órgãos públicos ou escritório partidário.

Instituições de ensino ou de assistência social, filantrópica ou cultural. Escritório de vinculo cientifico ou associações. Sindicatos e federações também estão isentos.

Algumas considerações

Há a clausula que identifica que estabelecimentos que possui atividades próprias também não pagam o PIS, porém para isso é necessário comprovação de contribuições, mensalidades ou anuidades para gerar receia do estabelecimento, a fim de ser destinado esses valores para o custeio das atividades realizadas no local.

Outra observação é que instituições de ensino ou de atividades sociais precisam possuir o credenciamento “Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social” a fim de a Receita Federal possuir maior controle deste tipo de estabelecimento, e deve ser renovado a cada 3 anos.

No caso de duvidas é necessário o acesso ao site da Receita Federal onde é possível consultar quais estabelecimento está isento, a lista por completo consta na integra para a população.

O portal da transparência também fornece esse tipo de informação (as vezes mais completa, com detalhamento de onde o dinheiro é destinado).

publicidade:

Telefone PIS 2018 Empresa

Telefone PIS 2018 Empresa
publicidade:

Veja nesse artigo o Telefone PIS 2018 Empresa.

PIS (Programa de Integração Social) e o PIS empresa são um dos benefícios mais importantes para os trabalhadores de empresas privadas.

Esse benefício também tem o objetivo de integrar o trabalhador no desenvolvimento da Empresa.

Telefone PIS 2018 Empresa

publicidade:

Para os trabalhadores em geral o pagamento deste benefício é feito na Caixa. Porém, para os trabalhadores da rede pública existe o PASEP que é pago no Banco do Brasil.

Telefone PIS 2018 Empresa

  • Na agência da Caixa mais próxima;
  • Ligando para 0800 726 0207;
  • Por meio das redes sociais, até o Facebook;
  • Enviando um email, procure o endereço de email no site na Caixa.

Se você ficou com alguma dúvida ou deseja obter mais informações sobre o PIS 2018 Empresa procure nos seguintes meios:

PIS 2018 Empresa: Cadastro

Quem faz o cadastro do trabalhador?

A empresa é responsável por enviar os dados dos seu trabalhadores para a Caixa, para que ela confira se tudo está dentro das exigências e possa liberar o benefício aos trabalhadores.

Para realizar este envio, o empregador precisa saber dos seus funcionários o número do PIS de cada um, que provavelmente já deve estar cadastrado no programa.

O empregador pode optar por fazer o envio das informações um por um ou enviar as informações em lote.

Os trabalhadores que forem empregados por uma empresa que tenha convênio com o PIS Empresa têm o direito de receber o abono salarial do PIS direto na folha de pagamento. 

Ou seja, ele vem junto com o salário sem precisar ir em nenhuma agência para fazer a retirada.

E como é feito esse cadastro?

  • Cadastro Individual: para realizar o cadastro de cada funcionário, o empregador se dirigir até uma agência da Caixa mais próxima e fazer uma solicitação, que deverá estar disponível em no máximo 5 dias.
  • Cadastro em Lote: é feito através de um novo sistema que está em vigor na Caixa, o Conectividade Social ICP.

Este programa é instalado na empresa do empregador, de forma gratuita, e ele pode realizar o envios de todos os dados necessários para a Caixa.

publicidade:

Evitando assim que o empregador tenha o trabalho de se deslocar até uma agência e tenha que esperar por um determinado prazo.

Se a sua empresa não fizer parte do convênio PIS 2018 Empresa, você deve ficar atento ao calendário do PIS 2018 e ver em qual data estará disponível o pagamento do seu benefício no valor de R$937,00.

Sobre o PIS 2018

O abono salarial é o benefício feito pelo PIS que dá ao trabalhador um acréscimo de um salário mínimo ao seu salário normal.

Esse benefício é anual e dever ser retirado nas agências da Caixa. Além disso, para ter direito a este benefício você precisa atender os seguintes requisitos:

  • Ser cadastrado no PIS há 5 anos no mínimo;
  • No ano em do recebimento do PIS, o trabalhador tem que ter cumprido no mínimo 30 dias de trabalho de carteira assinada. Os 30 dias não precisam ser consecutivos;
  • O seu empregador tem que ter enviado os seus dados para a Caixa;
  • O valor médio do PIS é calculado pela soma dos rendimentos e divido pelo número de meses, para se obter uma média de cada mês.

Para maiores informações acesse o site da Caixa: Clique Aqui!

Quotas e Rendimentos do PIS

Para os trabalhadores que já foram cadastrados no PIS até 04/10/1988, eles ainda tem o direito de receber um rendimento ou uma quota que restou do antigo programa do PIS.

E como faço para receber?

O rendimento do PIS também é feito anualmente e você precisa ir até uma agência da Caixa para receber.

Acesse o site do Ministério do Trabalho para que você consiga acessar suas informações previdenciárias e possa saber se tem ou não direito ao rendimento do PIS.

As quotas são o saque total da quantia que você tem na sua conta do PIS.

E qualquer um pode sacar?

Porém para realizar este saque é preciso estar dentro de alguns requisitos

Direito ao PIS

Para você que é trabalhador fique atento ao recebimento do seu abono salarial e, se você tiver direito, ao calendário de pagamento do rendimento do PIS.

Procure saber se a empresa em que você trabalha possui o convênio do PIS empresa e se ela já realizou o envio dos dados dos funcionários para a Caixa.

Esse artigo sobre o Telefone PIS Empresa, foi útil para você? Então compartilhe com seus amigos!

publicidade:

Qualquer dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que responderemos o mais rápido possível!

Remuneração da Conta do PIS 2018 – Como Funciona?

Remuneração da Conta do PIS 2018 – Como Funciona?
publicidade:

O PIS é a sigla do Programa de Integração Social, que foi criado pelo governo Federal na década de 70, com o intuito de integrar o trabalhador ao desenvolvimento da empresa e visa beneficiar o trabalhador da iniciativa privada.
E você sabe exatamente o que é isso?
É um programa de transferência de renda.
O PIS é administrado pela Caixa Econômica Federal e que tem a responsabilidade de efetuar anualmente o pagamento do abono salarial, conforma calendário do PIS que é divulgado com antecedência.
Remuneração da Conta do PIS 2018 - Como Funciona?
No entanto, há algumas modalidades de trabalho que não beneficiam o trabalhador, sendo elas:
  • Trabalhadores urbanos vinculados a empregador Pessoa Física;
  • Trabalhadores rurais vinculados a empregador Pessoa Física;
  • Diretores sem vínculo empregatício, mesmo que a empresa tenha optado pelo recolhimento do FGTS;
  • Empregados domésticos;
  • Menores aprendizes.

Remuneração da Conta do PIS 2018 – Como Funciona?

remuneração da conta do PIS tem o saldo de Quotas verificado ao final do exercício financeiro, que ocorre todo 30 de junho de cada ano.

Primeiramente aplica-se o percentual correspondente à distribuição de Reserva para Ajuste de Quotas, se houver disponível.

Sobre o saldo acrescido das reservas é aplicado o percentual correspondente à Atualização Monetária. Finalmente, aplica-se o percentual resultado da soma dos Juros (3%) e do RLA-Resultado Líquido Adicional, se houver.

publicidade:

O valor dos Juros mais o RLA corresponde aos Rendimentos que são disponibilizados para saque anualmente.

publicidade:

PIS 2018: Remuneração da Conta do PIS

Calendário PIS está sempre disponível nas Agências da Caixa, Lotéricas, Correspondentes Caixa Aqui, e são sempre fixados em locais de grande movimentação, assim como na internet em páginas oficiais da Caixa e do Ministério do Trabalho e Emprego.

Remuneração da Conta - PIS 2018

É preciso ficar atento com a data de pagamento para não perder o benefício que não é acumulativo. Caso você não saque o  Abono Salarial dentro do calendário anual de pagamentos, o valor é  devolvido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador – FAT.

Assista o vídeo abaixo e veja como calcular o PIS:

publicidade:

PIS e COFINS Monofásico

PIS e COFINS Monofásico
publicidade:

Você sabe sobre esse regime do PIS e COFINS Monofásico?

O Programa de Integração Social – PIS – e a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social – COFINS – são duas tributações as quais as pessoas jurídicas (empresas) estão sujeitas.

Esses dois são impostos sociais que geram fundos para os benefícios trabalhistas.

O valor pago para a COFINS visa, como o nome diz, financiar a Seguridade Social, ou seja, os valores recolhidos com este imposto formam fundos que garantem a previdência social, saúde pública e assistência social.

publicidade:

O valor da COFINS incide sobre o faturamento bruto de uma empresa.

Para maiores informações acesse o site da Caixa: Clique Aqui!

PIS e COFINS Monofásico

E o que é feito com os valores arrecadados do PIS?

Já os valores arrecadados com o PIS são destinados para o pagamento do seguro-desemprego, abono salarial e a participação nas receitas de órgãos e entidades.

O PIS é destinado às pessoas que trabalham com carteira assinada em empresas privadas.

E para quem é funcionário público?

Para o que atuam em empresas públicas, a contribuição é o PASEP – Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público – e a função é a mesma do PIS.

publicidade:

PIS e COFINS Monofásico

As empresas estão sujeitas, em geral, a dois regimes tanto na COFINS quanto no PIS: cumulativo e não cumulativo. No entanto, algumas empresas ainda estão sujeitas a uma terceira modalidade de cálculo: o Regime Monofásico.

Este regime funciona de forma semelhante à substituição tributária. Empresas de algumas cadeias tributárias estão sujeitas ao tributo gerado em toda a cadeia de um determinado serviço ou produto.

Um exemplo disso é que em 2004 foi alterada a lei e será tributado esse tipo de regime para empresas que comercializam Autopeças, Pneus, Câmaras-de-ar, Máquinas e Acessórios para veículos.

Você sabia que as empresas que estão enquadradas no Simples Nacional tem direito de reduzir o valor do PIS e do Cofins monofásicos?

Esse é um fato desconhecido por muitos, fazendo com que diversas empresas paguem imposto em duplicidade. Mas tenha certeza que se sua empresa optou pelo Simples Nacional, ela tem esse direito de redução.

Abrangência do Regime Monofásico

São exemplos de empresas que fazem parte do Regime Monofásico as empresas de combustíveis, de máquinas e veículos e indústria farmacêutica e de cosméticos.

No caso das empresas de combustíveis, o PIS e a COFINS que incidem sobre o diesel, GLP (gás de cozinha), álcool e gasolina (com exceção a de aviação) são calculadas aplicando-se alíquotas diferenciadas sobre a receita bruta.

Já na indústria farmacêutica e de cosméticos as responsabilidade de pagamento desses tributos é de importadores e indústria.

O mesmo ocorre no setor de máquinas, veículos, autopeças, pneus e câmaras-de-ar. Alguns fabricantes e importadores ficam sujeitos ao pagamento das contribuições. As alíquotas para este setor são de 2% para PIS e 9,6% para a COFINS.

Assista o vídeo abaixo e entenda mais sobre o assunto:

publicidade:

Valor PIS 2018

Valor PIS 2018
publicidade:

Você sabe qual o Valor Pis 2018 que você tem direito?

Para saber qual que você terá direito a receber, vamos conhecer primeiramente quem tem direito a esse benefício.

Sabemos que o PIS/PASEP passou por mudanças recentemente e essas novas regras entraram em vigor no dia 28 de fevereiro de 2015.

E no que esse mudança pode me afetar

publicidade:

Toda essa mudança afeta apenas aqueles que ainda não estão no mercado de trabalho, ou seja, todos aqueles que começarem um emprego com carteira registrada após a data 28 de fevereiro de 2015.

Valor PIS 2018

Receber o PIS exige muita atenção do trabalhador, pois ele precisa estar atento às datas de pagamento e ter toda a documentação necessária em mãos.

Confira quais são os documentos solicitados para receber o valor do seu PIS em 2018 caso você tenha o Cartão Cidadão:

  • ​Documento oficial de identificação
  • Carteira de Trabalho
  • Número de inscrição no PIS/PASEP

Nesse artigo mostrarei para você 3 tópicos:

  • Quem tem direito ao PIS;
  • Como Calcular o Valor do PIS 2018;
  • Calendário de Pagamento

Quem tem direito ao benefício do PIS 2018

Para saber se você tem direito, reservamos um vídeo que explica detalhadamente como consultar online se você pode ou não sacar o benefício:

Qual o Valor PIS 2018?

E é importante ressaltar que o valor do PIS em 2018, assim como de qualquer outro ano, é de acordo com o salário mínimo do ano, independente de quando você entrou no emprego ou qualquer outra informação.

E qual é o valor do salário mínimo?

publicidade:

Como dissemos acima, o valor PIS 2018 é referente a um salário mínimo, no caso, R$937,00 (Novecentos e trinta e sete reais). Este valor entrou em vigor no dia 1º de janeiro de 2018.

Caso você não saque o Abono Salarial dentro do calendário anual de pagamentos, o valor é devolvido ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador)

Caso você não tenha o Cartão do Cidadão, o valor do Abono Salarial ou dos Rendimentos do PIS pode ser recebido em qualquer agência da Caixa mediante apresentação de um documento de identificação.

E se eu não tiver o Cartão Cidadão?

Receber Sem Cartão Cidadão

Se você não é cliente Caixa e não possui um Cartão Cidadão, não se desespere. Você pode receber o seu valor PIS 2018 apresentando os mesmos documentos que relacionamos acima.

Caso você não tenha o Cartão do Cidadão, o seu valor do PIS ou do abono salarial poderão ser recebidos em qualquer uma das agências do Banco Caixa Econômica Federal mediante apresentação de um documento de identificação.

Muitos tem dúvida se o número PIS muda conforme você muda de emprego. A resposta é: não. Ao mudar de empregador, da iniciativa privada para o serviço público, o número de inscrição no PIS-PASEP é mantido.

Apenas a administração da conta individual migra da Caixa (operadora do PIS) para o Banco do Brasil S/A, que é operador do PASEP.

A situação é semelhante no caso de mudança do serviço público para a iniciativa privada – o número de inscrição se mantém, mas a conta individual passa do Banco do Brasil S/A para a Caixa.

É importante informar ao novo empregador o seu número PIS-PASEP para evitar que ocorra novo registro sob outro número.

E como faço para consultar meu PIS?

Você pode ver seu saldo PIS clicando aqui!

Veja abaixo o calendário de pagamento:

publicidade:

 

Receber PIS 2018 com Cartão Cidadão

Receber PIS 2018 com Cartão Cidadão
publicidade:

Você sabia que é possível Receber PIS 2018 com Cartão Cidadão?

Sendo um dos benefícios mais importantes fornecidos aos trabalhadores, o PIS possui data certa de pagamento que é esperado por todos os beneficiados pelo programa. Fique tranquilo que no final do artigo também mostraremos onde consultar o calendário de pagamento.

É importante ressaltar que o pagamento é feito de acordo com a data de nascimento de cada trabalhador, e pode ser retirado em qualquer agência Caixa.

Clique aqui e veja a agência mais próxima de você!

publicidade:

Receber PIS 2018 com Cartão Cidadão

Para facilitar o acesso ao pagamento o trabalhador recebe o Cartão Cidadão. Este cartão é utilizado para diversas finalidades.

Eu preciso somente desse cartão para ter direito a receber?

Não somente ele. Para receber PIS com Cartão Cidadão é preciso que a pessoa esteja cadastrada no benefício e preencha todos os requisitos. Veja abaixo se você tem direito ao PIS 2018:

publicidade:
  • Estar cadastrado no PIS há pelo menos cinco anos;
  • Ter exercido atividade remunerada, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;
  • Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base;
  • Ter seus dados informados pelo empregador corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Como Receber PIS 2018 com Cartão Cidadão

Para sacar o PIS com Cartão Cidadão é preciso ir até um dos locais de pagamento, seja uma agência Caixa, Casa Lotérica ou Caixa Aqui e apresentar seu número do benefício e um documento pessoal com foto.

Com essa documentação é possível receber o pagamento em qualquer estabelecimento Caixa, dentro do prazo estipulado.

Tem outra utilidade esse cartão?

O Cartão Cidadão é utilizado também para recebimento do PASEP, que é pago pelo Banco do Brasil. Além disso, é possível ter acesso ao seu FGTS e Abono Salarial.

Os benefícios deste cartão são vários, por isso, se você ainda não possui o seu, veja como solicitar.

Dicas – Receber PIS 2018 com Cartão Cidadão

Com a facilidade de receber PIS 2018 com Cartão Cidadão é possível receber o benefício com mais agilidade. Não se esqueça de guardar o seu cartão com segurança para evitar qualquer tipo de transtorno.

É preciso se atentar também ao calendário PIS para não passar do prazo de recebimento do benefício.

publicidade:

 

RAIS 2018: Saiba Quando Declarar

RAIS 2018: Saiba Quando Declarar
publicidade:

Para entender mais sobre a RAIS 2018: Saiba Quando Declarar, vamos começar falando sobre o conceito de RAIS.

Enfim, a RAIS é a Relação Anual de Informações Sociais, nesta relação consta todos os dados do trabalhador. Sendo assim, é a partir da RAIS que é possível saber sobre todas as estatísticas trabalhistas.

Com essa Relação Anual de Informações Sociais também é possível fazer o pagamento do PIS/PASEP, seguro-desemprego, FGTS, vários benefícios sociais dependem exclusivamente do envio desta Relação.

RAIS 2018: Saiba Quando Declarar

publicidade:

E quem faz essa declaração ao RAIS?

É a empresa que registra o funcionário e envia para o Ministério do Trabalho.

O fato de não entregar a sua RAIS com ano-base dentro do prazo estipulado, compromete o pagamento do PIS ao trabalhador.

Pois, como sabemos, a declaração e o envio desta relação é uma das regras mais importantes para ter o direito de receber o PIS 2018

publicidade:

Dicas – RAIS 2018: Saiba Quando Declarar

Sobre o RAIS 2018: Saiba Quando Declarar, vale dizer dizer que teria que ter sido declarada até dia 17 de março de 2018.

Para todos os trabalhadores terem direito ao abono salarial do PIS 2018 no valor de um salário mínimo, R$937,00 é necessário e também obrigatório que o empregador tenha declarado a RAIS e enviado ao Ministério do Trabalho e Emprego.

Estão obrigados a apresentação da RAIS:

  • Os empregadores urbanos e rurais;
  • Filiais, agências, sucursais, representações ou quaisquer outras formas de entidades vinculadas à pessoa jurídica domiciliada no exterior;
  • Autônomos ou profissionais liberais que tenham mantido empregados no ano-base;
  • Órgãos e entidades da administração direta, autárquica e fundacional dos governos federal, estadual, do Distrito Federal e municipal;
  • Conselhos profissionais, criados por lei, com atribuições de fiscalização do exercício profissional, e as entidades paraestatais; condomínios e sociedades civis;
  • Cartórios extrajudiciais e consórcios de empresas.

E caso eu atrase na declaração do RAIS?

Caso o prazo seja ultrapassado, empregador que não entregar a RAIS no prazo fixado estará sujeito à multa, conforme Art. 2º e 3º, Portaria GM/MTE 014/2006, alterada pela Portaria nº 688/2009.

Então não perca tempo e faça agora a sua Relação, é importante e é fácil, confira.

publicidade: